Histórico

A Biblioteca Pública de Vacaria foi criada em 1941 e inaugurada em 20 de março de 1943, na rua Borges de Medeiros, nº 758; inaugurada de acordo com as instruções oficiais do Instituto Nacional do Livro, pelo então prefeito Major Dorneles Filho, com a presença de autoridades civis, militares, eclesiásticas especialmente convidadas e comunidade, abrilhantada pela Banda Municipal da cidade. Inicialmente com a denominação de Biblioteca Aberta, contava com aproximadamente hum mil (1000) volumes, vários periódicos e divisão de leituras para adultos e crianças. A Biblioteca possuía a sala “Coelho de Souza” destinada às crianças, a sala “Machado de Assis”, “Olavo Bilac” e “Coelho Neto”. Existia um parque infantil de recreio e pavilhão de Cultura, também um pavilhão de cultura física anexa à Biblioteca.
Através da Lei nº 796 de 2 de maio de 19725 , sancionada pelo então Prefeito Municipal Octacilio Rech, a Biblioteca Pública Municipal de Vacaria torna-se uma Instituição subordinada à Secretaria Municipal de Educação, denominada atualmente como SMED; instituição democrática de educação, cultura, informação e recreação, a serviço de todos, gratuitamente, sem distinção de raça, nacionalidade, idade, sexo, credo, situação política e social, tendo por fim: a) oferecer a adultos e crianças a possibilidade de acompanharem o ritmo de sua época bem como os progressos realizados nos campos das ciências, letras e artes; b) proporcionar facilidades de leitura para os alunos das escolas municipais, estaduais e particulares; c) cooperar com os planos de alfabetização funcional e educação contínua de adolescentes e adultos.
A Biblioteca Pública Municipal de Vacaria está registrada no Instituto Nacional do Livro sob o nº 444 e no Instituto Estadual do Livro sob o nº 46.
De 1973 a 1983 a biblioteca contava com cerca de sete mil duzentos e oitenta e quatro (7.284) volumes, que iam sendo atualizados conforme a necessidade. Nesta época funcionava na rua Dr. Flores, nº 57 e ficou neste endereço até o início do ano 2006 . Em meados dos anos 2000 passou a oferecer seus serviços na rua Ramiro Barcelos, 876, permanecendo neste endereço até anos finais de 2000.
A Biblioteca Municipal Theobaldo Paim Borges, fora nomeada através de eleição realizada pela Secretaria Municipal de Educação no ano de 2001. No mesmo ano fora registrado o Regimento Interno da Biblioteca Pública, o qual vigora até os dias atuais